What I think about 2017

“Cheers to a new year and another chance for us to get it right.”

— Oprah Winfrey

And finally, it has come to an end. Like every other year, 2017 had good and bad things, but the great conclusion I came to, is that a lot of things have changed.  But how is it possible that day by day nothing changes but when you look back everything is different?

This year was an endless routine: always the same things, day after day, week after week, month after month. Apart from SUMMER, which wasn’t what I was used to at all, everything was pretty much the same.

2017 gave me new perspectives, new reasons to stress over, new experiences, new emotions and even a brand new version of myself.

I’ve also cried more this year than I have in my entire life, but antithetically I created some of my best memories and stories that will last a lifetime.

I have learned that things do not always happen as planned or the way we want them to happen and that when something goes wrong, it can’t always be fixed or go back to the way it was before because nothing lasts forever.

I have learned that sometimes it’s good to share emotions with our loved ones, even though I still have a hard time opening up to people.

And finally, I learned to focus only on what may contribute to my happiness and enjoy the small things in life.

But right now, 2017 is over and a new year is coming.

Another year to accomplish goals, another year to have new adventures, another year to live life. Another year I hope to spend with the people I treasure the most and to follow my dreams.

I believe that what’s coming is always better than what’s gone and that the best way to ensure it goes this way, is work for it. I hope 2018 is full of love, determination, and happiness.

Happy New Year!

Love,

Laura

 

E assim se fecha mais um ciclo. Como todos os anos, 2017 teve coisas boas e coisas más, mas a grande conclusão a que cheguei é que muitas coisas mudaram. Muitas coisas mesmo. Mas como é que dia após dia tudo parece igual, mas olhando para o ano passado está tudo tão diferente? Ainda por cima acho que a minha vida nunca cumpriu tanto uma rotina como este ano: sempre a mesma coisa, dia após dia, semana após semana, mês após mês. Tirando o verão, que não teve nada daquilo a que eu estava habituada, foi tudo muito idêntico.

2017 trouxe-me novas perspectivas, novos motivos de ansiedade, novas experiências, novas emoções e até mesmo uma nova versão de mim mesma.

Chorei mais este ano do que na minha vida toda, mas antiteticamente criei algumas das minhas melhores memórias. Quem diria.

Aprendi que as coisas nem sempre acontecem como planeamos ou como queremos que elas aconteçam, e que quando correm mal, nem sempre se podem concertar e voltar a por como eram dantes, porque muitas são efêmeras e irreparáveis e não duram para sempre.

Aprendi que por vezes é bom partilhar emoções com as pessoas que amamos, apesar de ainda ter muita dificuldade em abrir-me com alguém.

E finalmente aprendi a dar importância apenas aquilo que contribui para a minha felicidade e aproveitar os pequenos prazeres da vida.

Mas agora 2017 acabou e um novo ano aproxima-se. Mais um ano para cumprir objetivos, mais um ano para viver novas aventuras, mais um ano para receber o que a vida trouxer. Mais um ano que eu espero passar com as pessoas que mais estimo e realizar os meus sonhos.

Acredito que o que está para vir é sempre melhor do que o que passou, e que a melhor maneira de o garantir é fazer por isso.

Espero por isso que 2018 esteja repleto de muito amor, muita determinação e muita felicidade.

Boas entradas!

Muito amor,

Laura

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

w

Connecting to %s